Área de Sócio

Congresso Português de Aterosclerose 2017

86th EAS Congress em Lisboa

86th EAS Congress em Lisboa

Aterosclerose - o que é?

aterosclerose saiba como reconhecê-la

segunda, 10 agosto 2015 16:04

Mito do colesterol - O que já se sabe e o que ainda é incerto

Alberto Mello e Silva 1

Há uma associação entre os níveis de colesterol e o risco de morte cardiovascular.

- não deve ser alterada a prática clínica nos doentes de risco cardiovascular moderado ou elevado, no que se refere à administração de estatinas, isto é, nos que doentes que já tiveram eventos cardiovasculares ou uma associação de riscos cardiovasculares, não deve ser suspensa a toma das estatinas já prescritas.

A avaliação do risco para o desenvolvimento de manifestações clínicas da doença aterosclerótica cardiovascular, assenta em recomendações clínicas com diferentes níveis de evidência/graus de recomendação. Servem para ajudar o clínico a tomar uma decisão informada, tendo em conta os potenciais benefícios/ riscos com as opções disponíveis e face à melhor informação científica disponível. Estas recomendações informam e não substituem o julgamento clínico “centrado” em cada doente, caso a caso, com a sua participação activa, em diálogo, na decisão da melhor estratégia terapêutica, de forma a aumentar o envolvimento para uma adesão terapêutica a longo prazo, importante em doenças crónicas como a aterosclerose.

O artigo de opinião do Dr. Manuel Pinto Coelho não cumpriu este desiderato.

Mito - Coisa só possível por hipótese; quimera – in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013.

O que ainda é incerto, é o nosso completo conhecimento do papel da inflamação na aterosclerose ou até que valores podemos e devemos “descer” os valores do colesterol-LDL com segurança e com ganhos em saúde.

Até lá e reforçando o artigo de opinião também publicado no Público a 02 de Agosto pelo coordenador do Grupo de Estudo do Risco Cardiovascular da Sociedade Portuguesa de Cardiologia, Prof. Dr. Roberto Palma dos Reis, a Sociedade Portuguesa de Aterosclerose, “aconselha os doentes vasculares e/ou hipercolesterolémicos a continuarem as terapêuticas prescritas pelos médicos que os assistem”. E deixemos o “mito", de férias!

Publicado no Público, a 9 de agosto de 2015

1 Presidente da Sociedade Portuguesa de Aterosclerose, assistente Graduado Sénior de Medicina Interna, professor Auxiliar Convidado de Medicina da Faculdade Ciências Médicas/Universidade Nova de Lisboa